MUNICÍPIO DE GRAJAÚ

Lei Nº 269 de 31 de Dezembro de 1948

 

a) Limites Municipais:

1 – Com o Município de IMPERATRIZ:

Começa no lugar do marco, onde no divisor Tocantins-Grajaú entronca o alinhamento reto oeste-leste que parte da cabeceira mais alta do rio Flor; segue por esse divisor de águas até frontear com a cabeceira mais alta do rio Pindaré; segue à cabeceira deste rio até e pelo talvegue do mesmo à jusante, até o lugar do marco, à sua margem direita, onde termina o alinhamento leste-oeste que segue o paralelo da foz do rio Flores no rio Mearim.

2 – Com o Município de PINDARÉ MIRIM:

Começa no lugar do marco, à margem direita do rio Pindaré, ponto terminal da reta leste-oeste que segue pelo paralelo da foz do rio Flores no rio Mearim; segue por esse alinhamento com a direção de leste até o lugar do marco, na sua intersecção com o divisor de águas Grajaú-Pindaré.

3 – Com o Município de VITÓRIA DO MEARIM:

Começa no lugar do marco onde o divisor de águas Grajaú-Pindaré é cruzado pelo alinhamento reto que segue o paralelo da foz do rio Flores no rio Mearim; continua por esse alinhamento em direção leste até atingir o lugar do marco, no seu ponto de intersecção com o divisor de águas Mearim-Grajaú.

4 – Com o Município de BARRA DO CORDA:

Começa no lugar do marco, onde o paralelo da foz do rio Flores no rio Mearim cruza o divisor de águas Mearim-Grajaú; segue por este divisor para sudoeste, até o lugar do marco, onde entronca o alinhamento reto que parte da foz do rio Enjeitado, à margem direita do rio Mearim; daí por um alinhamento reto com azimute verdadeiro de 30° suleste, até a foz do rio Enjeitado, à margem direita do rio Mearim; continua pelo talvegue do rio Enjeitado à montante, até sua cabeceira mais alta; daí por um alinhamento reto, segue à cabeceira mais alta do rio Capim ou Corda, localmente conhecido por Buriti Novo; daí, por outro alinhamento reto, com a direção aproximada de sul-sudoeste, à cabeceira mais alta do rio Alpercatas.

5 – Com o Município de MIRADOR:

Começa à cabeceira mais alta do rio Alpercatas; segue por um alinhamento reto à cabeceira mais alta do rio Itapecuru.

6 – Com o Município de SÃO RAIMUNDO DAS MANGABEIRAS:

Começa na cabeceira do riacho Engano, afluente do rio Neves; segue daí por um alinhamento reto à cabeceira mais alta do rio Itapecuru.

7 – Com o Município de RIACHÃO:

Começa defronte à cabeceira mais alta do riacho Engano; segue pelo divisor de águas Mearim-Parnaíba, localmente conhecido por Serra do Crocira, até alcançar o entroncamento dos divisores Tocantins-Mearim-Parnaíba.

8 – Com o Município de CAROLINA:

Começa no lugar do marco, no divisor de águas Tocantins-Mearim, onde fronteira a cabeceira mais alta do rio Farinha; daí segue por um alinhamento reto ao lugar do marco, onde, no divisor de águas Tocantins-Grajaú entronca a linha oeste-leste que vem da cabeceira mais alta do rio Gameleira.

9 – Com o Município de PORTO FRANCO:

Começa no lugar do marco, onde, no divisor de águas Tocantins-Grajaú entronca a linha oeste-leste que vem da cabeceira.